Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

sexta-feira, 20 de maio de 2011

FAÇAMOS DA QUEDA UM PASSO DE DANÇA!

As origens do ballet  estão no período Renascentista (século XV, XVI e XVII), nas cortes da Itália e França.

Considerada como a dança mais complexa, pois requer movimentos que não estão limitados apenas ao chão também utilizando  saltos no espaço extremamente leves e belos, com elegância, graciosidade, doçura e força ou com movimentos vivos, angulosos, com certa rigidez, dependendo de seu estilo.

É necessário ao bailarino manter condições físicas especiais para que possa conseguir a execução correta das posições básicas bem como projetar o corpo na altura e suportar a queda com suavidade.
Estas condições físicas são inatas devendo ser desenvolvidas com assiduidade e rigor por intermédio de exercícios específicos e gradativos.

A chegada desta arte ao Brasil, mais precisamente no Rio de Janeiro,  teve início em 1927, através da bailarina russa Maria Oleneva que fundou a Escola de Danças Clássicas do Teatro Municipal, que passará então a ser considerado o maior centro de formação de bailarinos do  país. Muitos outros nomes importantes contribuíram para o crescimento e a solidificação deste trabalho quer como coreógrafos, bailarinos, mestres de ballet e divulgadores.

Com a sedimentação desta arte no decorrer dos tempos, o Brasil teve nomes
que fizeram sucesso no exterior:

  • Márcia Haydée
  • Beatriz Consuelo
  • Ivonne Weyer
  • Eleonora Olioso

Dentre as obras brasileiras as que mais tiveram destaque:

  • O Guaratuja
  • Salamanca do Jarau
  • O Descobrimento do Brasil
  • Maracatu de Chico Rei

Aproveitamos o post de hoje para mostrar um belo trabalho social chamado “Ciranda Carioca” que além de permitir a valorização do ser humano com todo o seu potencial de crescimento, contribuir na formação de seu caráter e  no fortalecimento da cidadania, descobre TALENTOS formando bailarinos, professores, coreógrafos, produtores etc.

“A vida de uma bailarina é cheia de desafios e obstáculos que nos causam dor e sofrimento. Porém não há emoção maior do que a glória e o prazer que sentimos no dia de um espetáculo.”

Conheça melhor este  projeto acessando http://conservatoriodanca.com/

Ana Porto/Sergio Honorato


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui seu comentário é muito importante!

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares