Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

segunda-feira, 4 de julho de 2011

ADOÇÃO: QUANDO SE FAZ A ESCOLHA ERRADA!

Às vezes na vida temos que fazer escolhas e é justamente nestes momentos que precisamos ter a real certeza de que estamos no caminho certo, pois na maioria das vezes não tem volta.

Foi o que aconteceu com uma menina, menor de idade, vítima de uma relação incestuosa com seu padrasto, que ao dar a luz ao fruto desta violência, optou por dar sua filha para adoção, logo após o parto.


Um mês após ter nascido, este bebê já havia encontrado um lar que a acolhesse e consequentemente pais adotivos que a criaram com afeto e amor. Mas, quando se faz a escolha errada, um dia chega o arrependimento! Esta mãe biológica, depois de um tempo, resolveu requerer na justiça a guarda da menina sob alegação de que havia sido coagida pelo padastro a entregar sua filha.

Parece novela, daqueles dramalhões que vemos passar na televisão, mas não! Trata-se de um caso da vida real que foi alvo de uma disputa judicial entre mãe biológica e pais adotivos, onde o Supremo Tribunal de Justiça entendeu que os interesses das famílias em disputa não poderiam ficar acima dos interesses da criança. Assim sendo, a ministra relatora do caso defendeu que a única referência familiar que a menina tinha era a dos pais adotivos e por isso ela deveria permanecer com o casal. Devolver a criança para a mãe biológica teria a sofrida necessidade de readaptação, defendeu a ministra.

A decisão do STJ foi unânime onde a relatora concluiu que não era ignorado o sofrimento da mãe biológica, mas que isto não era motivo para fragmentar a família de fato da menina e colocá-la em verdadeiro limbo emocional.

Mais uma vez fica provado que não basta trazer um filho ao mundo. Os verdadeiros pais, os verdadeiros laços são aqueles unidos pelo coração, através do afeto e do amor e serve de exemplo e alerta para pessoas, que movidas pela desesperança, pensam em entregar seus filhos para que outros lares os recebam.

Para os casais que pensam em adotar, mas tem medo deste tipo de situação fica a certeza de que a justiça existe e que nada é mais forte do que os laços do AMOR!

E para ajudar a realizar o sonho destes casais existe o trabalho das Aldeias Infantis SOS Brasil, localizada em Brasília que promove ações na defesa e garantia dos direitos de crianças, adolescentes e jovens. Conheça melhor esta instituição acessando http://www.aldeiasinfantis.org.br/conheca/Pages/quem-somos.aspx

“A palavra progresso não terá qualquer sentido enquanto houver crianças infelizes.”

Ana Porto/Sergio Honorato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui seu comentário é muito importante!

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares