Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

quarta-feira, 4 de abril de 2012

PRONTA PARA AMAR NOVAMENTE?

No decorrer de nossas vidas passamos por situações de relacionamentos que não deram certo e que acabam por deixar dentro de nós um sentimento de fracasso, baixo autoestima, de impotência, de medo de tentar novamente, o que às vezes nos tira grandes possibilidades de viver um outro amor, agora de forma diferente.

Em geral, são relações traumáticas, que fazem com que deixemos de acreditar nas pessoas e, como defesa, não mais queremos arriscar novamente. Realmente, ninguém quer ser machucado, magoado, ferido, enganado. Um certo cuidado é sempre necessário até que conheçamos bem o outro lado e isto somente a convivência nos dará a oportunidade.
É muito triste viver refém da desconfiança, medindo palavras, gestos, sentimentos, para não nos permitir a entrega. Não permitir uma nova chance é nos colocarmos na situação de reféns de nossos próprios sentimentos, é viver na solidão, é chorar escondido, é remoer lembranças que machucam, é tornar-se amargo, sem esperanças...
Talvez o que tenha faltado anteriormente tenha sido o equilíbrio entre a razão e a emoção, que é o que faz com que se consiga enxergar a realidade da relação e não ficar criando expectativas e construindo castelos na areia, pois quando tudo aquilo que achamos que "deveria ter sido e não foi" nos grita aos olhos, vêm a desilusão e o sofrimento. Mas de que adianta fugir? Fomos feitos para o amor, para amar, para estar de bem com a vida, neste estado de graça que nos deixa mais bonitos, mais leves, mais otimistas, mais doces, mais alegres e isto, em geral, acontece quando estamos amando alguém e nos sentindo amados.

Lembre-se, a vida é curta demais para perdermos tempo com o medo e o tempo, quando se perde, não temos como recuperá-lo! Medo é sinal de covardia, de não querer enfrentar os novos desafios. A melhor forma de lidarmos com nossos fantasmas é encará-los de frente e isto significa dizer, dar-se novas oportunidades. Que a desilusão sofrida possa servir para nos fortalecer, para nos preparar para que não cometamos os mesmos erros e enganos.

Está em vias de conhecer alguém? Então, abra seu coração, doe-se, porque amor é entrega, mas não crie expectativas e muito menos dependências emocionais. Seja você, por inteiro, por completo e dê-se a oportunidade de viver a felicidade de amar outra vez!

Mas existem outras causas para o sofrimento. Outras, muito mais sérias e podem levar as pessoas ao estado de depressão, tristeza profunda, falta de vontade de viver. Para tentar ajudar a estas pessoas é que foi criado o CVV - Centro de Valorização da Vida http://www.cvv.org.br/site/conheca.html, dando apoio emocional a todos que buscam este trabalho.Trata-se de um serviço gratuito, oferecido por voluntários que se colocam disponíveis à outra pessoa em uma conversa de ajuda e preocupados com os sentimentos dela.
O Centro de Valorização mantém também o Francisca Julia Saúde Mental e Dependência Química e trouxe ao Brasil em 2004 o Programa Amigos do Zippy www.amigosdozippy.org.br
Trata-se de um programa de desenvolvimento emocional para crianças de seis e sete anos em escolas públicas e particulares. São mais de 18.500 crianças beneficiadas por ano em 323 instituições de 39 cidades.

"Lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente."
William Shakespeare
Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui seu comentário é muito importante!

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares