Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

terça-feira, 19 de março de 2013

AVALIANDO E DETECTANDO PROBLEMAS DE SAÚDE EM NOSSOS FILHOS!

Portal de Negócios e Responsabilidade Social Nit Portal Social
Quem já não ouviu falar em Déficit da Atenção e Transtorno Bipolar? Mas será que sabemos exatamente o que são esses problemas?

Há algumas décadas atrás, poucas eram as doenças mentais reconhecíveis na infância. Só notávamos sua existência na adolescência ou até mesmo na fase adulta.  Mas, com o aumento de pesquisas nessa área, os diagnósticos de vários transtornos psiquiátricos se tornaram possíveis. 

COMO ESTAR MOTIVADO! 


O Transtorno do Déficit da Atenção e Hiperatividade (TDAH) e o Transtorno do Humor Bipolar (THB) têm sido objeto de muitos estudos em diversos países, pois causam forte impacto sobre a vida escolar, pessoal, familiar e profissional do paciente, quando não devidamente diagnosticados e tratados por equipes de profissionais especializados. 
Estima-se que de 3 a 6% de crianças na idade escolar (6 a 12 anos de idade) apresentem hiperatividade e/ou déficit de atenção. Na infância, o transtorno TDAH é mais comum em meninos e  predominam os sintomas de hiperatividade mas, com o passar dos anos, a proporção passa a ser de um homem para uma mulher. 
O diagnóstico antes dos quatro ou cinco anos raramente é feito, pois o comportamento das crianças nessa idade é muito variável e a atenção não é tão exigida quanto de crianças maiores, muito embora elas possam desenvolver o problema ainda com pouca idade.

Falta de diagnósticos corretos mais o devido acompanhamento e tratamento médico e psicopedagógico, acabam por levar a criança ao fracasso escolar, à evasão, à baixa autoestima, à depressão, à rejeição do grupo, ao isolamento, às drogas, à gravidez precoce etc. Tornou-se erroneamente chamar de TDAH toda e qualquer manifestação de inquietação, distração ou falta de limite que crianças/jovens apresentem na escola ou em casa. É importante saber que para dizer que a pessoa tem realmente esse problema, os sintomas apresentados têm que ocorrer de tal forma a interferir no relacionamento social do indivíduo, na sua vida escolar ou no seu trabalho.

FINANÇAS PESSOAIS! 


O transtorno bipolar (THB) em crianças é outro exemplo de doença psiquiátrica que exige seriedade, pois nessa faixa etária, os sintomas podem se apresentar de forma atípica. Nos adultos a euforia é seguida da depressão, mas, nas crianças, surge a agressividade gratuita seguida de períodos de depressão, em geral, com mudanças rápidas e podendo acontecer várias vezes no mesmo dia, com notável troca de padrões usuais de sono ou apetite, excesso de energia seguida de grande fadiga e falta de concentração.

Portanto, quando se trata da vida, saúde e futuro de nossos filhos não economize atenção e cuidado! Minimizar esses transtornos buscando alternativas que não o tratamento médico especializado, só piora suas consequências e prejudica o paciente. Os diagnósticos devem sempre ser realizados por médicos psiquiatras ou neurologistas em conjunto com psicopedagogos, que ao diagnosticarem e acompanharem a criança se preocupam em dar também orientações à família e à escola.

FAÇA A DIFERENÇA POR UM MUNDO MELHOR! 


E vai aqui mais uma DICA! A internet não tem registro no Conselho Regional de Medicina! Portanto, não faça diagnósticos a partir de consultas feitas por aqui! O caminho é do profissional capacitado e especializado para tratar do problema existente!

E por falar em criança e jovens, um bonito trabalho é o desenvolvido pelo Instituto Rukha  através do Projeto Virada, que atua diretamente na vida de crianças, jovens e famílias em situação de risco e trabalho infantil, retirando do trabalho nas ruas crianças e adolescentes, garantindo seu ingresso, permanência ou regresso à escola formal e a inserção em programas de educação complementar. Promovem o desenvolvimento biológico, psíquico e social das famílias, crianças e adolescentes atendidos, gerando condições para a viabilização de projetos de vida que garantam autonomia econômica e social.

"Só é possível ensinar uma criança a amar, amando-a."
Johann Goethe
 
Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores

https://www.facebook.com/nitportalsocial                        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui seu comentário é muito importante!

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares