Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

quinta-feira, 27 de junho de 2013

GRANDES OBRAS DA ENGENHARIA!

Seu Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Grandes projetos de Engenharia que tornaram-se realidade, foram criados levando em conta alta tecnologia e vieram a favorecer milhares de pessoas, além de oferecer paisagens maravilhosas. Estamos falando em "Pontes" que permitem ao homem se deslocar entre cidades, ganhando com isso uma economia de tempo, já que se elas não existissem este acesso seria provavelmente através de rodovias, o que demandaria horas de viagem.

Seu Portal de Negócios e Responsabilidade SocialÉ o caso da Ponte Rio-Niterói, cujo nome original é Ponte Presidente Costa e Silva, aqui no Rio de Janeiro - Brasil, que liga duas grandes cidades, Niterói e Rio de Janeiro, sobre a Baía de Guanabara. Antes de existir, moradores das duas cidades tinham que percorrer aproximadamente 100 km para passar de uma cidade à outra. Sua obra teve início em 1969 e foi concluída em março de 1974 com uma extensão total de 13,29 km sendo 8,83 km sobre a água e 72 m de altura em seu ponto mais alto. É considerada a maior ponte em concreto protendido (no dicionário Aurélio encontra-se a seguinte definição para a palavra protensão: "Processo pelo qual se aplicam tensões prévias ao concreto. A definição está correta, entretanto o significado de protensão é bem mais amplo") do hemisfério sul. Veja aqui as maiores "Pontes" do mundo com suas respectivas extensões:

  • 1º -Ponte de Danyang-Kunshan, China - 164 km (Guinness)
  • 2º -Grande ponte de Tianjin, China - 113 km
  • 3º -Ponte Qingdao Haiwan, China - 42 km
  • 4º -Ponte do Lago Pontchartrain, EUA - 38.4 km
  • 5º - Ponte do Pântano Manchac, EUA - 36.7 km
  • 6º -Ponte da baía de Hangzhou, China - 36 km
  • 7º -Ponte de Runyang, China - 35.6 km
  • 8º -Ponte de Donghai, China - 29 km
  • 9º - Ponte Atchafalaya Basin, EUA - 29 km
  • 10º - Ponte Jintang, China - 26.5 km
  •      
Seu Portal de Negócios e Responsabilidade Social

Seu Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Seu Portal de Negócios e Responsabilidade SocialA Ponte Rio-Niterói foi construída, inicialmente, para a passagem diária de 4.868 caminhões, 1.795 ônibus9.202 automóveis, totalizando 15.865 veículos, hoje, em um fluxo normal, esse movimento atinge hoje 140 mil veículos/dia, o que já mostra através de intensos engarrafamentos o esgotamento desta construção.

Seu Portal de Negócios e Responsabilidade SocialUma outra construção chama a atenção pela "ousadia" de sua engenharia! Trata-se da Estrada do Atlântico (Atlantic Road  - Atlanterhavsveien no idioma natal) na Noruega

Aproveitando a existência de ilhas de diversos tamanhos e formas no oceano, ela foi construída com muita  "tecnologia" e passou a ser o segundo destino turístico mais visitado no país. Sua construção teve início no ano de 1986 e se estendeu por aproximadamente seis anos, mesmo tendo enfrentado, no decorrer de sua obra, 12 tempestades da mesma categoria de furacões. 
Seu Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Na verdade, são diversas "pontes" (8) que vão pulando de ilha para ilha ao longo de seus pouco mais de 8 km, sendo que a de maior comprimento tem 260 m e possui uma curva espetacular, para colocar água na boca a qualquer montanha russa!  Ela vai desde a costa continental saltando de ilha em ilha até chegar a Averoy, se retorcendo sobre o mar. Sua localização (fiordes ocidentais) permite ao usuário a visualização de focas e baleias durante algumas épocas do ano e também favorece a pesca que é feita no decorrer de seu trajeto por pessoas locais. Desde o ano de 2009 a Estrada do Atlântico tem sua continuidade através do túnel Atlanterhavstunnelen, ou seja, o túnel do Atlântico. Em temporada de mau tempo, a fúria das ondas parece querer arrancar a obra humana e todos os que passam por ela, mas sem oferecer perigo aos seus usuários.

Seu Portal de Negócios e Responsabilidade SocialSeu Portal de Negócios e Responsabilidade SocialOs noruegueses consideram esta estrada como a "Construção do Século" em seu país o que vem a ser reforçado pelo Jornal Inglês "The Guardian" que a elegeu como melhor viagem em estrada do mundo, sem a mínima dúvida, uma "road trip" fantástica!

Como estamos falando em meios de mobilidade, vamos apresentar a vocês a instituição Rua Viva Instituto da Mobilidade Sustentável, que tem como objetivo a restauração da função social da rua, como espaço democrático de uso, priorizando os modos de transporte coletivo, a pé e de bicicleta; a defesa e preservação do meio ambiente e do patrimônio histórico, cultural e artístico nos projeto se ações ligados ao transporte e à circulação urbana; a promoção do desenvolvimento urbano, econômico e social de forma sustentável.
 
"O eu deixará de ser tomado como totalidade e, cada vez mais, tomará o aspecto de uma apresentação social, uma autoimagem cultivada e civilizada que encobre, no entanto, algo mais que habita e constitui as pessoas e que elas procuram manter em segredo."
Pedro Luiz Ribeiro de Santi 

Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores

Continue Lendo...

domingo, 23 de junho de 2013

E O SERTÃO... VAI VIRAR MAR?

Seu Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Assim diz a música:

"O homem chega e já desfaz a natureza
Tira a gente põe represa, diz que tudo vai mudar
O São Francisco lá pra cima da Bahia
Diz que dia menos dia vai subir bem devagar
E passo a passo vai cumprindo a profecia
Do beato que dizia que o sertão ia alagar
O sertão vai virar mar
Dá no coração
O medo que algum dia
O mar também vire sertão"

Há muitas décadas que governos vêm buscando soluções para a aridez existente em regiões do  norte e nordeste do Brasil, porém o problema ainda permanece, levando à morte indivíduos e animais pela falta de água.

Sistemas de irrigação têm sido criados, como exemplo o Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias do Nordeste Setentrional, com alto custo de investimento (previsto cerca de 5 bilhões de reais) que pretende aumentar a oferta hídrica para múltiplos usos em parte da região semiárida. Especificamente os estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte serão os beneficiários desse projeto. Entre os benefícios esperados, inclui-se a dinamização de alguns projetos de agricultura irrigada nessa região. 

A irrigação privada predomina nas regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste, onde ocorre a maior parte do desenvolvimento industrial e agrícola do país. Na região Norte e Nordeste os investimentos são, em geral, do setor público que buscam estimular o desenvolvimento regional em uma área propensa à secas e com graves problemas sociais. 
Mas, algumas soluções bem mais baratas estão sendo criadas e todos esses problemas
podem estar com dias contados para essas famílias. É o caso do Sistema de Irrigação Movido a Energia Solar criado pela International Development Enterprises (iDE), que garante eficácia e preços bem acessíveis.

Trata-se de uma ideia que levou em conta também o aspecto de sustentabilidade, uma vez que o dispositivo dispensa o uso de combustíveis ou eletricidade para seu funcionamento, reduzindo, assim, não somente gastos bem como a poluição do ar
Esse sistema, SunWater  foi desenvolvido para agricultores de subsistência, que dependem de suas produções agrícolas para seu sustento e a de seus familiares, podendo também ser usado por todos os proprietários de plantações. Devido ao seu baixo custo, pode ser implantado em terras cuja escassez de água acarreta em regiões secas, desertos e sertões que acaba por diminuir a produção das culturas, prejudicando as atividades pecuárias, gerando um impacto na renda das famílias que têm na terra e nos animais, seu meio de subsistência.

É um equipamento movido à luz solar, ao contrário das bombas atuais que são movidas a diesel ou eletricidade, o que também ajudaria a popularizar os sistemas de geração fotovoltaica nas áreas rurais. Segundo seus idealizadores o custo deste sistema giraria e torno de US$ 2,900 dólares, já inclusas a perfuração do poço, o sistema de armazenamento da água e a bomba de sucção.

Por enquanto o produto ainda está passando por testes e aguardando por pessoas ou empresas que desejem investir nesse sistema e tornar os sonhos de tantas famílias, realidade!

Seu Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Aqui no Brasil o Administrador de Empresas Willy Pessoa criou um sistema de agricultura familiar sustentável, chamado de Projeto Mandalla, da Agência Mandalla — DHSA:

"O projeto, batizado de mandala que, em sânscrito, quer dizer círculos, utiliza tecnologia simples e de baixo custo. São construídos nove canteiros ao redor de um lago circular de cerca de seis metros de diâmetro. A água do lago é bombeada para irrigar a plantação. Os três primeiros círculos são os da melhoria da qualidade de vida, abrigando assim as culturas de subsistência. Os círculos seguintes são os responsáveis pela complementação da renda familiar. Neles são cultivados verduras e legumes para serem vendidos no mercado local. É daí que José Cardoso tira a sua renda. Pequenos animais como galinhas e cabras convivem em um sistema interativo, onde as necessidades de um são supridas pela produção do outro. "Os peixes alimentam-se de plâncton derivado das fezes dos patos, além de mariposas e insetos noturnos atraídos para a água por uma lâmpada colocada pouco acima da água. As fezes dos peixes são ricas em fósforo. Peixes e patos fertilizam as plantas, através da água, bombeada para os nove círculos de irrigação. As codornas, galinhas, coelhos, cabras e a vaca fornecem esterco e urina para a formulação de defensivos e nutrientes orgânicos para as plantas. As fezes de apenas 25 coelhos podem fertilizar a área de 2500 m² de uma mandala."

Como pudemos constatar, dispomos de grandes ideias. Basta apenas que o governo queira tirá-las do "papel" e transformá-las em "solução" para todo esse povo sofrido, que tira de sua produção, o sustento de sua família.

"A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original" 
Albert Einstein  

Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores
Continue Lendo...

quinta-feira, 13 de junho de 2013

EM DIREÇÃO AO ARCO-ÍRIS!

Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Outono terminando e em breve teremos o inverno! E nada melhor do que curtir esta temporada em lugares que oferecem ao turista o seu clima "frio"!

O Nit Portal Social, através de seus gestores Ana Porto e Sergio Honorato, esteve neste último mês de maio em Foz do Iguaçu (dias de clima bem agradável) e vamos dividir  com vocês um pouco de nossa experiência de uma viagem de 5 dias!

Chegamos à cidade ainda no início da tarde de domingo e já com um "Roteiro" criado a partir de alguns sites aqui da internet com dicas e opiniões sobre onde ir e o que fazer nesse passeio. 
Descemos no aeroporto e pegamos um táxi (R$50,00), com total segurança, para o hotel onde ficamos hospedados: "Best Western Tarobá", cujas dependências oferecidas a seus hóspedes, seu corpo de funcionários e sua localização, nós recomendamos. Fica muito próximo do "TTU" - Terminal de Transportes Urbanos, onde é possível pegar ônibus para todos os lugares, a um preço bem barato, circulando em uma cidade sem trânsito e conseguindo sempre viajar sentado, com a tarifa única de R$2,90 (caso você desembarque no "TTU" e resolva pegar outro ônibus para outro passeio não é necessário pagar novamente a passagem). Utilizamos muito o de número 120, que nos levou às Cataratas do Iguaçu (lado brasileiro) e ao Parque das Aves.
Do lado de fora do "TTU", bem em frente à sua entrada, porém do outro lado da calçada, é possível pegar o ônibus de leva ao Paraguai, mas isso é assunto para daqui a pouco!

Gostamos de tudo o que vimos! Uma cidade limpa, com um povo hospitaleiro e muita coisa bonita para mostrar! Logo depois que deixamos nossas bagagens no hotel, começamos a buscar um local para almoçarmos e optamos por ir caminhando pelo centro da cidade (mais ou menos uns quatro quarteirões de distância do hotel) e tivemos o presente de almoçarmos no Marias e Maria (Av. Brasil nº 505), um restaurante a quilo, com variedade de tipo de comida e com um excelente tempero

Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Portal de Negócios e Responsabilidade SocialNosso objetivo era, ainda naquele dia, visitar o Parque das Aves e ficamos maravilhados com tudo o que encontramos por lá! Com uma equipe "mega profissional" aquela área é tratada de forma impecável, com animais e plantas sendo tratados e preservados por equipes técnicas e o resultado salta aos nossos olhos: cores, diversidade de espécies, natureza e a presença muito forte da energia da "Mãe Natureza", criada por Deus! A manutenção do parque, como já disse, é impecável e pela oportunidade que nos é dada de conhecer bem de pertinho aves, répteis e outros animais valeu cada "real" pago pelo nosso ticket de entrada e ainda recebemos como "souvenir" a possibilidade de tirar uma fotografia com uma arara domesticada e mansa! Saímos de lá já fazendo planos quanto ao que fazer no dia seguinte!

Portal de Negócios e Responsabilidade SocialPortal de Negócios e Responsabilidade SocialNa segunda-feira, nos dirigimos novamente a "TTU" (mais ou menos a 100 m do hotel) e fomos até as "Cataratas do Iguaçu". Fazia um dia lindo e foi um passeio indescritível! Penso que quando Deus desenhou aquele lugar, ELE estava namorando! Estava em estado de Graça
Como não poderia deixar de ser, a conservação e a manutenção do lugar são fantásticas! A gestão do lugar está a cargo da Fundação Chico Mendes, a quem damos os nossos parabéns!

Logo ao entrarmos na área, somos encaminhados até um ônibus (existem ônibus de um andar e o double decker-bus, que é o mais interessante pelo visual que proporciona) que nos levará até os locais que iremos visitar. São aproximadamente três paradas, sendo que as duas primeiras são passeios que não fizemos e a última dá acesso à trilha, mata à dentro, que nos levará até as cataratas. São aproximadamente 3 km de caminhada que não é sentida, visto que a paisagem é tão gratificante que não nos damos conta do percurso. Pelo caminho somos recebidos, diversas vezes, por quatis que passeiam livremente entre as pessoas demonstrando a convivência pacífica entre o homem e o animal.
Fotos e mais fotos sendo tiradas, pois é impossível não registrar tudo aquilo que nossa retina está armazenando de informação! 
Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Portal de Negócios e Responsabilidade SocialCada vez mais o barulho das águas caindo se tornam próximas... E enfim, chegamos ao NIRVANA! Nossa penúltima parada... Agora é "vestir as capas de chuva" que havíamos levado em nossa bagagem, muito embora lá seja vendida (descartável) pelo preço médio de R$10,00 (dez reais). E começamos a entrar em uma ponte que nos leva o mais próximo possível das cataratas e para dentro do rio, com suas quedas. 
Como disse acima: I N D E S C R I T Í V E L! 

Fomos recebidos por um arco-íris intenso que se formava bem à nossa frente, com aquelas gotículas de água molhando nossos rostos e aquelas "espumas brancas" com sua beleza e fúria, descendo pelas montanhas... A força destas quedas e dessas águas é impressionante! Ficamos parados, como todos os que ali estavam, em estado de "contemplação"! A força daquele lugar não está apenas em sua beleza, mas também na energia que nos envolve! São momentos que nos trazem inúmeras reflexões e muitos agradecimentos por estarmos tendo a oportunidade de estar ali... bem juntinho daquilo tudo! 
Fomos vencidos pela hora, que teimava em continuar passando, quando gostaríamos que tivesse parado e nos apressamos em sair dali e andarmos em direção ao último "pit stop", o elevador que nos leva de volta ao mundo real...

Retornarmos ao hotel para um pequeno descanso nos preparando para o programa vespertino oferecido pelo hotel ao custo de R$35,00 por pessoa: Jantar e compras em uma cidadezinha chamada Puerto Iguazú, na Argentina. Particularmente, gostei muito da gastronomia oferecida e pelo preço que eles cobram. Quanto às compras, pensei em encontrar lojas com artigos interessantes e típicos do lugar, mas tirando as roupas de couro o que mais se vê são artesanatos comuns a todas as cidades. Embora não tenhamos comprado, o preço do vinho lá é bastante convidativo! Ficamos lá durante três horas e meia e retornarmos para o descanso merecido!

Dia de terça-feira e estávamos novamente animados para mais passeios! Aproveitamos o dia de sol e fomos ao Paraguai, Ciudad del Leste, paraíso das compras!!! Mais uma vez pegamos um ônibus, que embora não sendo novo, nos levou com toda a segurança até o país vizinho... E superou todas as minhas expectativas de mulher! 
Lá se encontra de tudo... Desde a mais grotesca "falsificação" de produtos até aquelas que "parecem-mas-não-são" de tão perfeitas e também os produtos originais de grifes e marcas, não tão baratos, porém mais em conta do que aqui no Brasil. São inúmeros shoppings, becos, vielas, ruas, com um trânsito que mais parece um "samba do crioulo doido" e um número enorme de ambulantes que buscam vender a qualquer custo  produtos falsificados aos turistas e nessa hora toda atenção é pouca! Só pare para olhar seus produtos se realmente quiser comprar... caso contrário, você não tem paz! As ruas e as calçadas são totalmente ocupadas por esses trabalhadores informais, restando espaços estreitos para o trânsito do pedestre. Fizemos algumas compras, mas o tempo foi curto, pois o comércio lá fecha cedo e já estávamos cansados... 

Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Neste mesmo dia, após um merecido descanso, fomos à noite, numa cortesia de nosso Hotel até o Duty Free da Argentina, lugar de luxo e requinte com preços bastante altos, com exceção de bebidas, que estavam com uma enorme diferença e convidativos. Foram duas horas percorrendo as lojas e verificando as oportunidades de comprar bem e barato. Ali, além das bebidas, maquiagens estavam com um bom preço e saí de lá com alguns artigos.

Na quarta-feira optamos por voltar ao Paraguai, pois não se consegue percorrer praticamente nada em poucas horas de visitação. Fomos pela manhã, verificamos preços, consultamos nossa "listinha" e compramos alguns produtos, mas tendo sempre em mente não ultrapassar a cota de US$300 por cabeça. Muito embora não se tenha que declarar nada na Aduana de lá (estando dentro de sua cota), estamos sujeitos a sermos parados em ônibus, vans, ou táxis e teremos que comprovar nossas compras e, caso tenhamos ultrapassado a cota, devemos pagar 50% do valor excedente. Não se esquecendo de que, mesmo passando sem nenhuma abordagem pela Aduana, ainda existe o risco da Fiscalização da Receita Federal no Aeroporto que, se você for "premiado" e tiver ultrapassado sua cota, "perde todos os seus produtos" para a Federal brasileira, sem choro nem vela. 

Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Então, como a hora de nos despedirmos daquele lugar mágico estava se aproximando, fomos até a Hidrelétrica de Itaipu - Binacional, uma mega obra motivo de orgulho de nós brasileiros, cuja administração hoje cabe 50% aos brasileiros e 50% aos paraguaios e conforme andávamos em suas ruas nos era contada, pelo funcionário, um pouco de sua história. São três paradas durante o percurso para vermos um pouco mais de perto as comportas (que estavam fechadas), o lago artificial e o canteiro onde hoje se encontram plantadas inúmeras árvores que levam nomes de funcionários que se aposentam ou falecem, uma justa homenagem!
Saímos de lá cheios de orgulho por sermos brasileiros e resolvemos fechar nossa viagem com um jantar pra lá de especial, com direito a algumas mordomias oferecidas pelo dono do restaurante "Armazém", como nos pegar e trazer de volta ao hotel, sem nenhum custo adicional. Foi uma jantar com uma comida muito gostosa, um vinho de boa safra e uma excelente música ambiente!

Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Portal de Negócios e Responsabilidade SocialEnfim, a hora de nosso regresso tinha chegado, embarcaríamos às 15:00 h, mas ainda dava tempo de fazermos um último, sonhado e desejado passeio: Templo Budista! Imperdível essa visita a este templo de FÉ oriental! Já tínhamos tentado fazer esta visita na tarde de segunda-feira, também de ônibus ( o que não aconselhamos a ninguém por estar localizado em uma comunidade da periferia, um local ermo, deserto e que nos deixou bastante apreensivos), mas não conseguimos conhecer o lugar, pois estava fechado.
Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Tomamos, então, um táxi cuja corrida saiu a R$60,00 com a condição de nos levar e aguardar para nos conduzir de volta ao hotel. Ao entrar naquele território SANTO fiz uma verdadeira viagem... ao outro lado do mundo e consegui entender a FÉ deste povo, através da energia que habita aquele lugar! 
Ficamos por mais ou menos uma hora, retornarmos para pegar nossas bagagens e fomos rumo ao aeroporto, deixando em Foz do Iguaçu nossa lembrança de momentos mágicos, únicos e especiais ali vividos em apenas cinco dias!

E para que tanta diversidade e beleza sejam preservadas é necessário que o homem se conscientize da necessidade de zelar pelo meio em que vive. Em outra postagem falamos da ECOA instituição que associa investigação científica e ação política no sentido amplo do termo, envolvendo comunidades, instituições de ensino e pesquisa, instituições governamentais e outras organizações não governamentais.  Como ferramentas promove campanhas e processos de diálogos multissetoriais para criar espaços de reflexão, negociação e decisão frente a questões prioritárias para a conservação ambiental e a sustentabilidade. Conheça melhor esse trabalho acessando o link e divulgue entre seus amigos!

"Podemos viajar por todo o mundo em busca do que é belo, mas se já não o trouxermos conosco, nunca o encontraremos."
Ralph Emerson



Continue Lendo...

quarta-feira, 5 de junho de 2013

PENSE. COMA. POUPE - DIGA NÃO AO DESPERDÍCIO! DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE!

Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Hoje, 5 de Junho de 2013, comemoramos o  "Dia Mundial do Meio Ambiente" que  foi estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1972.

Neste ano o lema proposto pelas Nações Unidas foi “Pense. Coma. Poupe – Diga Não ao Desperdício” 

Gostaríamos de compartilhar com todos vocês um interessante texto que foi publicado em uma página da rede social "Facebook" 

"O Dia Mundial do Meio Ambiente foi estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1972 marcando a abertura da Conferência de Estocolmo sobre Ambiente Humano.
A conferência reuniu 113 países, além de 250 organizações não governamentais, em que a pauta principal abordava a degradação que o homem tem causado ao meio ambiente e os riscos para sua sobrevivência, de tal modo que a diversidade biológica deveria ser preservada acima de qualquer possibilidade. Nessa reunião, criaram-se vários documentos relacionados às questões ambientais, bem como um plano para traçar as ações da humanidade e dos governantes diante do problema.

Celebrado anualmente desde então, o Dia Mundial do Meio Ambiente catalisa a atenção e ação política de povos e países para aumentar a conscientização e a preservação ambiental.

Os principais objetivos das comemorações são:

1. Mostrar o lado humano das questões ambientais;
2. Capacitar as pessoas a se tornarem agentes ativos do desenvolvimento sustentável;
3. Promover a compreensão de que é fundamental que comunidades e indivíduos mudem atitudes em relação ao uso dos recursos e das questões ambientais;
4. Advogar parcerias para garantir que todas as nações e povos desfrutem um futuro mais seguro e mais próspero.


A importância da data está relacionada às discussões que se abrem sobre a poluição do ar, do solo e da água; desmatamento; diminuição da biodiversidade e da água potável ao consumo humano, destruição da camada de ozônio, destruição das espécies vegetais e das florestas, extinção de animais, dentre outros.

A partir de 1974, o Brasil iniciou um trabalho de preservação ambiental, através da Secretaria Especial do Meio Ambiente, para levar à população informações acerca das responsabilidades de cada um diante da natureza.
Mas em face da vida moderna, os prejuízos ainda estão maiores. Uma enorme quantidade de lixos é descartada todos os dias, como sacos, copos e garrafas de plástico, latas de alumínio, vidros em geral, papéis e papelões, causando a destruição da natureza e a morte de várias espécies de animais.

A política de reaproveitamento do lixo ainda é muito fraca, em várias localidades ainda não há coleta seletiva; o que aumenta a poluição, pois vários tipos de lixos tóxicos, como pilhas e baterias são descartados de qualquer forma, levando a absorção dos mesmos pelo solo e a contaminação dos lençóis subterrâneos de água.

Portal de Negócios e Responsabilidade Social
É importante que a população seja conscientizada dos males causados pela poluição do meio ambiente, assim como de políticas que revertam tal situação.
E cada um pode cumprir com o seu papel de cidadão, não jogando lixo nas ruas, usando menos produtos descartáveis e evitando sair de carro todos os dias. Se cada um fizer a sua parte, o mundo será transformado e as gerações futuras viverão sem riscos!



Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores 
Continue Lendo...

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares