Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

terça-feira, 29 de outubro de 2013

NIT PORTAL SOCIAL ARTIGO: SAINDO DO "OUTUBRO ROSA" E ENTRANDO NO "NOVEMBRO AZUL"! PREVENÇÃO É TUDO!

O mês de outubro é conhecido como o "outubro rosa", uma campanha de alerta para todas as mulheres quanto à prevenção do câncer de mama! E diversas cidades entram nesse clima iluminando monumentos e lugares turísticos com essa cor, pessoas colocam o adorno de uma fita rosa em suas roupas, milhares de mensagens circulam nas redes sociais e muita propaganda é feita para conscientizar a classe feminina quanto à prevenção.
 



Agora é a hora e a vez da classe masculina! Haverá no decorrer do mês de novembro todo um movimento da sociedade para conscientizar os homens, através da campanha de prevenção  "novembro azul",  da necessidade de visita periódica a um médico para exames de rotina. Infelizmente, existe por parte de muitos deles um "preconceito" ou até mesmo "pré-conceito" quanto ao exame de próstata, que imaginam ser doloroso e, para muitos, em uma região do corpo que  estariam sendo afetados em sua "masculinidade"! Outros têm medo das sequelas que possam surgir, caso seja necessária uma intervenção cirúrgica, como a impotência sexual. Especialistas dizem que algumas vezes essa condição é passageira, outras, influi o fator psicológico, e a capacidade de ter ereções volta após alguns meses. A disfunção erétil, como é chamado o problema, atinge cerca de 35% dos operados e 1% dos casos pode apresentar incontinência urinária.

É sempre bom lembrar que o câncer de próstata pode surgir sem nenhum sintoma.

Quando o homem chega ao ponto de ter dificuldade para urinar, um sinal comum da doença, pode ter perdido um tempo muito importante para seu tratamento, pois quando se espera um sintoma para procurar ajuda, o processo pode estar avançado, impossibilitando a cura. Vale dizer que depois dos 45 anos uma visita anual a um urologista, é o indicado, sendo que, quem tem histórico desta doença na família deverá começar a fazer seus exames a partir dos 40 anos.

Além do toque retal, que é fundamental para o  exame da próstata, o médico poderá também pedir exame de sangue e, eventualmente, ultrassom. Embora possam ser procedimentos desconfortantes, são essenciais, pois ao fazer o diagnóstico logo no início da doença a taxa de cura chega perto dos 100%, através de tratamentos feitos por meio de cirurgia ou radioterapia (nos casos iniciais) ou por uso de medicamentos orais (nos casos mais avançados).
 
Argumentos é que não faltam para convencer "seus homens" a cuidarem de suas próstatas, pois são apenas dez segundos de toque aliados a alguns exames laboratoriais e de imagem, que podem fazer a diferença e acrescentar muitos anos, com qualidade de vida, a existência deles. E lembre-se que nós, mulheres, temos um papel fundamental em suas vidas , quer filhos, netos, maridos, irmãos etc. e podemos conseguir "desmistificar" esse exame e essa doença!

Foi veiculado na página de notícias da UOL  que a  Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) vai aumentar de 45 para 50 anos a idade mínima recomendada para que um homem procure um médico para fazer os exames rotineiros para diagnóstico precoce da doença. A nova orientação será anunciada no 34.º Congresso Brasileiro de Urologia, que começa no dia 16 deste mês, durante o lançamento de um livro que vai nortear a prática no país, segundo informações divulgadas na edição desta quinta-feira (7), do jornal O Estado de S. Paulo.

E cada um fazendo a sua parte estará caminhando, cada vez mais, para que seja desfeito esse "tabu" e que mais homens possam ter sua saúde em dia através de uma consulta médica e de exames realizados. É assim que pensa e age a instituição Estilo de Vida, dando sua contribuição para amenizar o sofrimento de pessoas carentes das comunidades  na região Amazônica, realiza com frequência campanhas de orientação sobre diversos temas importantes para a manutenção da vida. Um exemplo dessas ações foi a "Campanha de Orientação sobre saúde do homem", em que na ocasião foram esclarecidos os dois tipos de câncer mais frequentes em homens dessa região, que são o câncer de pênis e câncer de próstata.

O interesse nas comunidades para essas campanhas de orientações é percebido devido o grande número de homens que comparecem nas ações de saúde realizadas pela ong, demonstrando que a quanto mais cedo se começar a prevenção, mais rápido obtêm-se resultados positivos.

Mesmo com pouca informação, percebe-se nessas ações, que as doenças mais temidas pelos homens são o Câncer de Próstata e o Câncer de Pênis. E com todo temor, ainda assim, eles não procuram os médicos para se consultarem, pois, existe muito preconceito quando se diz respeito principalmente ao exame de próstata. Daí a importância dessas campanhas para quebrar tabus culturais, que impedem homens de cuidarem de si mesmo.
Conheça melhor este trabalho e participe!


O preconceito é como um câncer. Precisa ser detectado no inicio para que seja curado."
 Valéria Lima Nunes

Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui seu comentário é muito importante!

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares