Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

MANDALA: ENCONTRE NA SUA PAZ INTERIOR!

Seu Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Durante muito tempo, a Mandala foi usada como expressão artística e religiosa, através de pinturas rupestres, no símbolo chinês do Yin e Yang, nos yantras indianos, nas thangkas tibetanas, nos rituais de cura e arte indígenas e na arte sacra de vários séculos.
Mandala  (मण्डल) significa círculo em palavra sânscrito. Traduzindo do Sânscrito, significa: मंड  "essência" + ल "ter" ou "conter". Também pode ser traduzida como círculo ou circunferência, totalidade, plenitude, derivando do termo tibetano “dkyil khor”. Mandala também possui outros significados, como círculo mágico ou concentração de energia, e universalmente a Mandala é o símbolo da integração e da harmonia.

Em várias épocas e culturas, a Mandala foi usada como expressão científica, artística e

Seu Portal de Negócios e Responsabilidade Social
religiosa, como no símbolo chinês do Yin Yang e em rituais indígenas de cura. Mais que um objeto artesanal, ela representa uma concentração energética circular que pode influenciar o interior de quem a contempla.

Como entender a Mandala? De um ponto central surgem diversas formas, figuras e até elementos da natureza que se entrelaçam como se fossem uma corrente de pensamentos, dando origem a uma Mandala. Em seu interior, a combinação dessas forças naturais cria um campo de energia que simboliza a integração e a harmonia do universo. 


Seu Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Seu Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Se olharmos ao nosso redor, encontramos muitas formas que nos fazem lembrar Mandalas, como uma teia de aranha, o movimento das ondas do mar, as flores. Contrariamente ao que muitos pensam ela não é um objeto religioso, mas um instrumento que ajuda seu contemplador na busca pelo autoconhecimento. Aqui não se fala em Deus ou qualquer outro tipo de crença, mas em busca de equilíbrio energético e de emoções.

De formas multicoloridas existem inúmeras interpretações do significado de suas cores, mas no que se refere à Mandalas há alguns princípios convergentes:
 


Mandala do Amor / Relacionamento:

Cores: Rosa Vermelho e Branco

Disposição preferencial: Colocar virada para o quarto, num local onde o sol incida por volta das 16:00h, ou por cima da cabeceira da cama.


 

 Mandala da Prosperidade:

Cores: Vermelho, dourado, laranja, azul real (cores de opulência)

Disposição preferencial: Na sala de jantar, virada para onde está o sol perto das 9:30h da manhã




Mandala da Saúde / Harmonia:

Cores: Verde e motivos florais de qualquer cor.


Disposição preferencial: Divisão da casa que recebe os primeiros raios de sol



 


Mantras:

Forma de oração, pessoal e íntima. Resume um desejo e pela repetição é um auxiliar à meditação. De acordo com algumas interpretações ao colocar um mantra no verso da Mandala vai acentuar a ação desta.

 Exemplo de um Mantra: “A abundância faz na minha casa o seu lar”
(Fonte Mandala)
 
Para sentirmos sua força, devemos observá-la mantendo a mente aberta e o pensamento livre. Observar com emoção, buscando relaxamento e paz interior, sem apressar pelas respostas, mas absorvendo o momento. Para quem a deseja para este fim, a intenção deve começar na escolha. 

Dentre a variedade de desenhos e cores, o que é importante levar em consideração?
Na verdade, não somos nós que a escolhemos e sim ela a nós! Trata-se de uma atração real. Seus olhos são imediatamente direcionados para ela, e sua visão se encaminha ao seu centro, como se buscasse sua origem.

Por se tratar de "energia" é sempre bom tê-la dentro de nossas casas, representando totalidade, harmonia, integração e alinhamento interior, podendo ser colocada em qualquer ambiente. Uma ótima opção é tê-la como proteção acima da porta de entrada.

E já que estamos falando em equilíbrio, energia, queremos apresentar para todos vocês o trabalho do Grupo Sol. A Associação Beneficente Grupo SOL é uma associação civil, sem fins lucrativos, sem vínculo ou distinção de raça, cor, condição social, credo político ou religioso.

Tudo o que é feito com Amor fica registrado na eternidade. O Grupo SOL começou suas atividades em Dezembro/1996, quando sua fundadora, Andréa Morganti e inicialmente sua amiga Claudinha e no segundo dia a Luciana, resolveram sair distribuindo balas em faróis de São Paulo, vestidas de Papai e Mamãe Noel e até mesmo de Duende.
Logo depois, amigos pediram para que ajudassem a distribuir 'Sacolinhas de Natal' que seriam entregues em Orfanatos e Asilos, contendo brinquedos e doces para as crianças ou um presente para os idosos e, assim foi feito.

Um belo dia receberam uma doação de mais de 60kgs de doces e mais de 100 brinquedos! A pergunta principal foi o que fazer com aquilo tudo??? Foi então que começaram a procurar as instituições, das quais a maioria, ainda visitamos hoje. E foi assim, que nasceu o Grupo SOL tendo como intuito levar amor, reconhecimento e a alegria para as crianças, idosos e pessoas com necessidades especiais.

Desde as primeiras visitas, notamos que as necessidades eram frequentes. Com certeza, cada um dos que lá estavam, se apaixonou por esse trabalho o qual esperamos que continue vivo por muitos e muitos anos.

O grupo se mantém de paixão e vontade de rever a cada mês os rostinhos alegres e felizes, ou ainda receber um abraço, como que dizendo, apesar de tudo, ainda vale a pena acreditar que o mundo pode ser melhor.
O Grupo SOL se mantém por pessoas corajosas o suficiente para Fazer a Diferença no mundo de alguém desconhecido, mesmo que esse alguém tenha percepções diferentes das nossas como no caso das pessoas com necessidades especiais que visitamos. O Grupo se mantém por pessoas que acreditam que é possível tornar o mundo um lugar melhor para se viver. E acreditamos que com um mínimo de cada um, pode-se fazer muitas coisas.

"O homem não tem um corpo separado da alma. Aquilo que chamamos de corpo é a parte da alma que se distingue pelos seus cinco sentidos."
William Blake


Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores
Continue Lendo...

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

O QUE SOMOS E O QUE QUEREMOS SER!

Existe um conflito no âmago dos seres humanos, entre o que somos e o que queremos ser. 
Na experiência humana, existe a vida e a morte que não é nada "Severina"; o bem e o mal, sendo o primeiro a presença de Deus e o segundo, a Sua ausência; a esperança e a resignação, como numa Santa como Bernadete, que mesmo sendo vítima da tuberculose e sentindo dores horríveis no seu corpo, orava pelos que ainda não tinham encontrado a Deus.
 
A maioria de nós nega nossa natureza dualista, mas ela se encontra bem enraizada em nossos interiores. Os conceitos básicos originam-se da ideia de dualidade, ou seja, as formas da energia existentes no Universo possuem dois polos que se complementam. Essas duas forças são representadas pelo Yin e Yang. São os dois princípios cósmicos primários do Universo. É a representação do positivo e do negativo que se complementam:
 
Yang= princípio ativo, diurno, luminoso, quente;
 
Yin= princípio passivo, noturno, escuro, frio.
 
São duas forças complementares que compõe tudo o que existe no Universo. A civilização humana avançou muito, principalmente tecnologicamente, mas emocionalmente, estamos iguais aos primeiros homens que pisaram este planeta. A dualidade está onde nós estamos. Esse conceito Yin-Yang gera muitas aplicações na vida de cada um de nós. Vamos encontrar esse conceito aplicado na Medicina Tradicional Chinesa que busca o Equilíbrio perfeito, isto é, para termos corpo e mente saudáveis precisamos estar em equilíbrio entre Yin e Yang. Vale destacar que nenhum dos dois é mais importante que o outro ou melhor que o outro, nenhum pode existir sem o outro, são equiparados ao TODO. 

Yin = mente intuitiva, complexa. 
Yang= intelecto racional, claro. 

Yin= simboliza o repouso. 
Yang= simboliza o movimento. 

Yin= a tranquilidade contemplativa do sábio. 
Yang= a vigorosa ação criativa do rei.
 
Ao contrário do pensamento ocidental, onde os opostos se opõem, sem qualquer relação entre eles, como se fossem duas coisas separadas, a compreensão oriental do Yin e Yang convida-nos a perceber que a dualidade é a verdadeira unidade, porque os opostos não podem existir um sem o outro.
 
(Adaptação Kazuhiro Shiatsu - Shiatsuterapeuta)

Quando o homem não consegue por si só encontrar o equilíbrio perfeito, desarmoniza-se. O que dizer então de pessoas que vivem em condições difíceis?
Mente Viva é o resultado da unificação de dois grupos de profissionais de várias áreas interessados no bem estar e em reduzir a violência nas comunidades. Sediados em Porto Alegre e Gramado estes dois grupos tinham como objetivo a conscientização, o desenvolvimento da paz e redução da violência na sociedade através de técnicas de mentalização, meditação, respiração e relaxamento e que vêm desenvolvendo projetos que visam oferecer uma melhor qualidade de vida às pessoas que integram ou usufruem de instituições como hospitais, escolas públicas e entidades ligadas a segmentos profissionais.
Os trabalhos iniciaram-se dentro das escolas fazendo meditação com crianças e adolescentes e, paralelamente, desenvolvendo trabalho de capacitação dos professores e de “Cuidados com o Cuidador”, entendendo que o professor tem papel central no processo da paz.
Mente Viva é constituída por uma equipe de pedagogos, psicólogos, psiquiatras, professores, instrutores de ioga entre outras áreas, todos eles, realizando atividade voluntária.

"Tudo na vida tem que ser equilibrado, se você pensar somente com seu emocional, você será impulsivo, se pensar somente com a razão, será insensível. Equilibre os dois e assim você terá a melhor resposta para tudo.”
Inochi

Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores
Continue Lendo...

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

SEPARAÇÃO! COMO CONTINUAR SEGUINDO ADIANTE.

Rede Social e divã de analista tem tudo a ver, assim pensam algumas pessoas!

Constantemente vemos usuários de redes sociais "lavando" todas as suas mágoas, abrindo seus corações e suas vidas para todos, como se isso lhes trouxesse algum tipo de solução. Talvez seja pela oportunidade de serem ouvidos, de poderem ler os comentários a respeito de seu problema e possível solução para o mesmo e com isso não se sentirem sós, embora estando sós.

Portal de Negócios e Responsabilidade SocialRecentemente, li em uma postagem no Facebook o "drama"  de uma mulher que se dizia sem forças nem esperanças para continuar lutando, após uma separação. Ela perguntava: Existe vida pós-separação?

Eu afirmo categoricamente que SIM! Em geral, aos nos separarmos, não sendo por nossa iniciativa, tendemos a perder o chão que pisamos e que nos sustenta; perdemos todo o estímulo e a vontade de continuar seguindo adiante. Mas por que nos deixamos atingir desta forma, nos desestabilizar por completo? Acredito que por mais forte que seja o sentimento pelo nosso parceiro (a), nosso amor próprio, nossa autoestima devem prevalecer nos momentos difíceis de nossa vida. Talvez até hoje você tenha sido apenas um personagem coadjuvante ou figurante da sua própria história de amor e agora percebe que ter dado poder de "super-homem" ou "mulher maravilha" a seu parceiro (a) de nada adiantou. Você talvez tenha deixado de viver seus sonhos e buscar seus próprios objetivos para viver sonhos e objetivos do outro, enquanto casal, e com isso foi deixando de criar vida própria para viver, exclusivamente, a vida do outro. E agora? O que fazer para renascer de minhas próprias cinzas?

Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Pense que muitas vezes é necessário que algo impactante aconteça para que busquemos pela transformação necessária, em busca da tal felicidade. Não aquela felicidade condicionada ao que está do lado de fora e sim a felicidade que nascemos com ela e que existe dentro de nós. Já que a vida quis assim, então aproveite para descobrir o seu poder interior, acordar para a vida e tomar o seu lugar de autor e protagonista de sua história. Comece a "trabalhar" seu emocional para praticar o desapego ao seu passado, por melhor que possa ter sido! Enfrente-se, fique cara a cara consigo mesma (o)  e crie um desafio a ser alcançado, o de ser muito em breve, uma pessoa que aprendeu com seus próprios erros e tornou-se muito mais independente, muito mais equilibrada (o) emocionalmente, alguém que é feliz pelo simples fato de EXISTIR!
Faça um "RX" interior e descubra, ou melhor, redescubra seus valores, sua beleza interior e exterior. Dê o primeiro passo rumo ao seu melhor estilo enquanto pessoa cuidando de sua beleza. Radicalize! Que tal um novo corte de cabelo? Um estilo mais ousado? Com cores vibrantes? Atividade física ajudará a completar a autoria deste seu novo momento "Monalisa" ou "Clark Gable" que, tenho certeza, todos perceberão!

Portal de Negócios e Responsabilidade Social
Acredite... O tempo opera milagres e ele, acrescido de sua vontade e determinação em querer MUDAR é a combinação certa. Daí então tudo começa a fazer parte de uma nova vida, um novo horizonte! Saia com seus amigos, dance, cante e comemore o bom recomeço de vida que você mesma (o) se proporcionou. Este é o melhor momento para que você exercite o "se apaixonar por si mesma (o)", solidificar sua autoestima e descobrir a infinidade de dons e talentos que você possui. Você precisa viver esse novo momento, esse novo encontro consigo mesma (o), portanto não saia logo à procura de um novo amor. Esse é o pior caminho para se recuperar do sofrimento de uma perda afetiva. Provavelmente, todo o ressentimento e toda sua história de vida anterior mal resolvida você estará trazendo à tona nesta nova relação e com isso a condenará ao fracasso.

Sentiu a diferença de vibração de energia apenas com a mudança de pensamento e consequentemente, atitudes? Então vá à luta! Desfile para que todos vejam seu novo momento, cheia (o) de amor próprio, brilho interior, determinação, luz própria e transformação incontestável! 

Tenho certeza que você irá amar essa nova (o) mulher (homem) e quando se descobre da importância que existe em vencer seus próprios limites é que estamos de fato preparados (as)  para novos desafios!

Que venha um novo AMOR!
Como dissemos no início deste artigo, existem pessoas que têm a necessidade de desabafar para que possam se fortalecer e para que encontrem uma saída para seus problemas. Existem diversas causas para o sofrimento, umas mais suaves e outras nem tanto, dependendo da capacidade de cada um em lidar com seus problemas. E foi para ajudar àqueles que não conseguem, o que pode acarretar estado de depressão, tristeza profunda, falta de vontade de viver,  que foi criado o CVV - Centro de Valorização da Vida dando apoio emocional a todos que buscam este trabalho.Trata-se de um serviço gratuito, oferecido por voluntários que se colocam disponíveis à outra pessoa em uma conversa de ajuda e preocupados com os sentimentos dela.
O Centro de Valorização mantém também o Francisca Julia Saúde Mental e Dependência Química e trouxe ao Brasil em 2004 o Programa Amigos do Zippy
Trata-se de um programa de desenvolvimento emocional para crianças de seis e sete anos em escolas públicas e particulares. São mais de 18.500 crianças beneficiadas por ano em 323 instituições de 39 cidades.
"Lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente."
William Shakespeare
Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores
Continue Lendo...

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares