Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

terça-feira, 30 de junho de 2015

O VOLUNTÁRIO ANÔNIMO!

Assistimos todos os dias um índice crescente de aspectos sociais negativos, com sequelas e soluções de continuidade imensuráveis na saúde, educação e segurança pública.

Assistimos também o comodismo de muita gente que, acreditando ser invulnerável a todo e qualquer sinistro, esquivam-se de compartilhar, estão sempre com pressa, ignoram colaboração coletiva e omitem-se no próprio egoísmo. Lamentavelmente essas pessoas inertes ainda comungam aquela máxima de que: _pago meus impostos e exijo meus direitos_. Está na hora de rever seus conceitos.

Está na hora de ver o que se passa na sua rua e no seu bairro. Há muita atividade que poderia melhorar o convívio e a vida das pessoas se cada uma delas absorvesse o espírito do voluntariado. De uma simples ajuda a grandes mutirões se consegue resultados espetaculares e os beneficiados são para todos, sejam crianças, jovens e adultos.

Quem ainda comunga que o governo é culpado daquilo ou disso está vendo a vida passar e não se
coaduna com a cidadania plena entre seres humanos. Há pessoas que são capazes de destinar horas passeando com cães, mas não se oferecem para levar os idosos num dia de sol na pracinha mais perto de casa.

Solidarizam-se com semelhantes somente na época do Natal e acreditam que estão aumentando seus créditos com Deus para após a morte entrarem no céu. Ora, está na hora de se trabalhar o hoje. Viver e atuar com espírito de grupo, compartilhando e ajudando no que for possível.

Bem perto da sua casa há um posto de saúde, um hospital, uma escola, uma creche. Por que não ajudar com uma hora por dia como voluntário? Há tantas maneiras de colaborar que você vai se surpreender quando conhecer o interior dessas repartições.

No Instituto dos Cegos de Londrina, estado do Paraná, por exemplo, os voluntários anônimos, gravam fitas de livros inteiros, poesias, contos, crônicas, para que todos os deficientes visuais possam ter a _leitura auditiva_. Um trabalho emocionante porque proporciona uma viagem pelo universo da imaginação.

Nos hospitais que tratam do câncer em vários pontos do país, o expediente administrativo pode ser auxiliado com o mínimo de domínio do computador, para ajudar no preenchimento dos formulários, por exemplo. Ou ainda auxiliar na cozinha, recolher donativos, levar uma palavra aos doentes ou simples mente visitar as pessoas que estão internadas.

Nas creches, que tal servir a merenda para as crianças uma vez por dia? Compartilhar do momento do recreio e voltar no tempo, para que a dormência lúdica que existe em cada um de nós floresça novamente e produza em nosso metabolismo as boas endorfinas da alegria e felicidade.

Pessoas aposentadas e felizes, em muitas partes do país, se solidarizam com escolas de periferia e lá ensinam crianças a jogar xadrez, dama, dominó e a montar os deliciosos quebra-cabeças. São essas atividades que fazem as crianças e os jovens terem a boa disputa esportiva e conhecer a verdadeira relação de vitória e derrota. Molda-se o caráter através da prática do raciocínio. Não há agressões de impactos.

Ações voluntárias fazem muita diferença porque estreitam laços, resgatam convívios de amizade,
eliminam a vaidade humana e aproximam as pessoas no entendimento de que o bom mesmo na vida é ser e não ter.

Aos que desejarem orientações para encontrar uma vaga de serviço voluntário ou outras informações sobre o tema podem procurar o Planeta Voluntáriosum site não governamental, apartidário e ecumênico, criada em maio de 2009, com a visão de desenvolver a cultura do trabalho voluntário organizado, que leva o serviço voluntariado a auxiliar milhões de brasileiros e entidades que necessitam de todo tipo de ajuda.
O site conta com uma Rede Social que cruza as informações dos voluntários com as instituições cadastradas, sendo um elo entre elas.

André Oliveira 
Diretor da CredFácil - Colaborador do Planeta Voluntários 

Nota: Instituto Roberta Miranda - Centro de Instrução, Reabilitação e Apoio a Necessidades Visuais é a nova denominação do Instituto dos Cegos de Londrina. 

Nit Portal Social
Ana Porto/Sérgio Honorato
Gestores
Planejamento, Gerenciamento, Monitoramento de Mídias Sociais & Responsabilidade Social
Continue Lendo...

sexta-feira, 19 de junho de 2015

EDUCAR É ENSINAR A FAZER ESCOLHAS!

Sabe-se que uma nação se constrói pela educação; é por meio dela que se abrem os caminhos dos cidadãos. Os países que investem em Educação têm grande parte de seus problemas sanados; já os que pouco investem nela, conhecem o caos na sociedade.

Os leitores sabem muito bem do que falo, pois nosso país está mergulhado nesse caos. Temos, então, de educar a população brasileira para conseguirmos uma melhoria significativa em todos os aspectos. O que é, porém, educar? Seria ministrar aulas das ciências em geral ­ matemática, português, geografia, história, biologia?

Sim, mas isso não é o suficiente. É preciso ir além. É necessário, sim, que os jovens conheçam as
ciências e saibam aplicá-­las no dia a dia para evoluírem; o problema, porém, é que quem ensina isso aos jovens somos nós, adultos, a partir da nossa perspectiva, da nossa visão do que é a vida.

Eles, no entanto, não a conhecem, pois têm sua própria visão. Nós impingimos a eles nossas crenças, nossos dogmas, nossos "conhecimentos". Educar não significa conduzir o jovem ao caminho que julgamos ser o certo, porque o caminho certo não existe.

Aquilo que serviu à minha vida para que eu conseguisse ser o que sou numa época em que se enviavam cartas e telegramas aos amigos e amores pelo correio, não serve aos que vivem hoje a revolução tecnológica, época da comunicação instantânea não somente aqui na Terra, mas daqui para o resto do universo, como ocorreu com o papa Bento 16 e alguns astronautas. Educar é ensinar os jovens a fazer escolhas, mesmo que erradas.

Sim! É importante fazer escolhas erradas, pois é mediante o erro que se adquire mais experiência. Lógico que o melhor seria aprender pela teoria para não errar na prática, mas, quando o conhecimento é empírico é mais marcante. Claro está também que temos de incentivar os jovens a se desenvolverem por meio de escolhas adequadas, e isso se consegue incutindo na mente deles a teoria apropriada.

É aqui que começa o trabalho do Educador ­­com letra maiúscula mesmo. Incutir na mente do jovem a teoria apropriada não precisa ser por meio de repetição pura e simples da teoria ano após ano. Isso é ineficaz. Quer uma prova disso? Pense nas regras de acentuação gráfica, que todos nós estudamos ao menos três vezes na nossa vida escolar.
Lembra-se delas? Certamente não. Por isso é preciso mudar o método; é preciso mudar o foco. O foco da educação tem de ser a aprendizagem do aluno, o que se consegue a partir da ação do próprio aluno. O papel do educador não deve ser o de pregador, o de dono absoluto da verdade. O professor tem de falar menos em sala de aula; tem de dar menos respostas e fazer mais perguntas, levando o jovem a buscar a resposta por si só. O papel do professor tem de ser de mediador do conhecimento, e não de transmissor de conhecimento. Educar é entusiasmar!

É mostrar ao jovem que aquele conhecimento específico é interessante, apesar de, às vezes, ser maçante. É mostrar que aquilo que parece ser desagradável naquele momento pode ser decisivo no futuro, quando houver a necessidade de aplicá-lo. Além disso, é mostrar que ter cultura é um diferencial positivo, que ajuda ­­e muito na vida social e profissional.

Para isso, porém, o educador ­­seja pai, mãe, professor ou professora precisa ser um diferencial, precisa
mostrar ao jovem que para ele valeu a pena estudar, valeu a pena se esforçar; precisa mostrar que suas escolhas foram importantes para a sua formação como cidadão; precisa mostrar que houve muitas escolhas erradas, e que elas foram determinantes para a construção de sua personalidade.

Precisa, enfim, ser um cidadão pleno, ilibado, ético. Educar é cuidar; é ensinar a ser curioso, a buscar respostas pelo próprio raciocínio, não pela opinião dos demais; é ajudar a crescer, a ser humano, no sentido de pertencente à humanidade, para também aprender a respeitar o outro; é, pelo exemplo, incentivar a ser cidadão pleno, ilibado, ético.

Oly de Jose Morais Ramos
Empresário e Colaborador do Planeta Voluntários 

E quando o assunto é Educação não podemos deixar de falar do Projeto Âncora, fundado em setembro de 1995 e que oferece Creche para crianças de 3 a 5 anos, Ensino Fundamental I para estudantes de 6 a 10 anos de idade e atividades complementares, para um público de até 15 anos, com aulas de circo, skate, artes, música, esportes, informática, culinária, entre outros.  

Em 2012, foi realizado o antigo sonho do fundador do Projeto Âncora: inaugurar uma escola de ensino fundamental com uma inovadora filosofia educacional, inspirada na Escola da Ponte de Portugal, trazida pelo Professor José Pacheco, para somar esforços às atividades já realizadas. O próximo passo, já em desenvolvimento, é expandir essa experiência para além dos muros da entidade, para que o espaço de aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos seja ampliado para toda a cidade.

Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores
Nit Portal Social
Planejamento, Gerenciamento e Monitoramento de Mídias Sociais & Responsabilidade Social
Continue Lendo...

quinta-feira, 11 de junho de 2015

AMOR - BUSCANDO INSPIRAÇÃO NESTE SENTIMENTO MAIS QUE PERFEITO!



"O AMOR é uma das melhores coisas que pode acontecer na vida de uma pessoa. Um amor correspondido, cheio de afinidades, calmo, que traz satisfação, é uma das experiências mais enriquecedoras que alguém pode viver. No amor verdadeiro, no amor sincero, há troca, há cumplicidade, há companheirismo, e há apoio mútuo.





COMO ANDA SUA ENERGIA VITAL? 


Quando vivemos um amor, a nossa vida fica mais plena, mais rica, mais leve. O amor pode transformar a vida de alguém. Muitas pessoas têm medo de amar, mas é preciso entender que o amor não mata. O amor traz vida, revigora, renova os ânimos e o fôlego. A vida, às vezes, pode ser muito dura, e ter alguém que nos ama e com quem podemos contar, alivia muito o peso da vida em nossas costas.


VIDA EQUILIBRADA! 


Amar é um compromisso com o outro. Para amar é preciso querer amar, é preciso saber fazer concessões, é preciso deixar de olhar para o próprio umbigo e entender que há outra pessoa olhando por nós, e muitas vezes com um olhar muito mais generoso e amoroso. Amar é um dos grandes aprendizados da vida, e como dizia o poeta, "só se aprende a amar, amando!"(Desconheço a Autoria)

No dia 12 de Junho comemoramos o Dia dos Namorados! Como surgiu esta data comemorativa?

Existem diferentes versões sobre a origem do dia dos namorados. O feriado romântico ou o dia dos namorados judaico: desde tempos bíblicos, o 15º dia do mês hebreu de Av tem sido celebrado como o Feriado do Amor e do Afeto. Em Israel, tornou-se o feriado das flores, porque neste dia é costume dar flores de presente a quem se ama. Previamente, era permitido às pessoas só se casar com pessoas da sua própria tribo. De certo modo, era um pouco semelhante ao velho sistema de castas na Índia. O 15 de Av se tornou o Feriado de Amor, um feriado judeu reconhecido durante os dias do Segundo Templo.

AS DIFICULDADES DO DESAPEGO "MÃES E FILHOS"!


Em tempos bíblicos, o Feriado do Amor era celebrado com tochas e fogueiras. Hoje em dia, em Israel, é costume enviar flores a quem se ama ou para os parentes mais íntimos. O significado e a importância do feriado aumentaram em anos recentes. Canções românticas são tocadas no rádio e festas "Feriado do Amor" são celebrados à noite, em todo o país. (Jane Bichmacher de Glasman, autora do livro "À Luz da Menorá"). 

No Brasil, a gênese da data é menos romântica. Alguns a atribuem a uma promoção pioneira da loja Clipper, realizada em São Paulo em 1948. Outros dizem que o Dia dos Namorados foi introduzido no Brasil, em 1950, pelo publicitário João Dória, que criou um slogan de apelo comercial que dizia "não é só com beijos que se prova o amor". A intenção de Dória era criar o equivalente brasileiro ao Valentine's Day - o Dia dos Namorados - realizado nos Estados Unidos. É provável que o dia 12 de junho tenha sido a data escolhida porque representa uma época em que o comércio de presentes não fica tão intenso. A ideia funcionou tão bem para os comerciantes, que desde aquela época, o Brasil inteiro comemora anualmente a data!



TCHAU TRISTEZA... ADEUS DEPRESSÃO!


Planejamento, Gerenciamento, Monitoramento Mídias Sociais para Empresas & Responsabilidade Social
Então, aproveite, use toda a sua criatividade e o seu amor pelo ser eleito e brinque, brinde, beije, abrace e comemore este dia pois a energia do amor está no ar!

Se está sozinha (o) lembre-se que pensamento é energia! Envie o seu para que vá de encontro àquele (a) que é dono (a) de seu coração!






PLANO B: O GUIA!


Coração está vazio? Sem problema! O que importa mesmo é a felicidade que mora dentro de você e seu amor próprio vibrará da mesma forma, afinal como disse o texto, o principal de tudo é amar...amando!

Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores
https://www.facebook.com/nitportalsocial                        
Continue Lendo...

sexta-feira, 5 de junho de 2015

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE, O QUE TEMOS PARA FESTEJAR?

Gerenciamento, Planejamento, Monitoramento de Mídias Sociais & Responsabilidade Social
Hoje, 5 de Junho, comemora-se (?) o Dia Mundial do Meio Ambiente! Será que temos realmente motivos para comemorar? Será que alguma coisa mudou para melhor em nosso planeta?

O troca-troca de equipamentos elétricos/eletrônicos que vemos ser feito diariamente pela população do planeta é altamente preocupante. Cada dia surgem novos "sonhos de consumo eletrônicos" e ao se adquirir o novo, o velho, se não estiver em perfeito funcionamento, vai para o lixo, sendo descartado de forma inconsciente e incorreta e quem sai prejudicado, como sempre, é o meio ambiente, através das carcaças corroídas pelo tempo ou metais pesados entrando em contato com rios e mares.


Segundo estudos realizados, o lixo eletrônico despejado no planeta equivale à metade do Equador, cuja área total é de 283.550 km². Isto significa dizer que o lixo eletrônico ocuparia uma área de 141.775 km².

O Brasil aponta como um dos países que mais produz lixo eletrônico no  mundo mas, por outro lado, encontra-se entre os três países mais conscientes da América Latina no que diz respeito ao descarte. Mas nada que nos coloque no pódio da Sustentabilidade! Falta muito a ser feito! Muito a evoluir e conscientizar nossos cidadãos.
Gerenciamento, Planejamento, Monitoramento de Mídias Sociais & Responsabilidade Social

Nem tudo está perdido! Cada nova ideia que se concretiza na direção de colocar em prática o princípio dos 3R's (Redução, Reutilização e Reciclagem), é a esperança que avança na construção de um planeta mais sustentável. Como exemplo destas ideias podemos citar a Redial e a Refone que permitem que você se desfaça do seu velho ou adquira um novo smartphones, usados e seminovos, com total qualidade e garantia, Afinal, nem todo mundo pode pagar o alto preço cobrado pelos novos gadgets! (Fonte: Catraca Livre)

"Segundo a ONU, o alto crescimento populacional e o desenvolvimento econômico têm impactado diversos ecossistemas da Terra, que se aproximam de pontos críticos de esgotamento ou mudança irreversível. Em 2050, se os atuais padrões de consumo e produção permanecem os mesmos, e com a previsão de uma população global de 9,6 bilhões, serão necessários três planetas para sustentar nossos modos de vida e de consumo.

Consumir com responsabilidade significa considerar os limites planetários para garantir um futuro saudável, onde os nossos sonhos podem ser realizados. A prosperidade humana não precisa custar a Terra. Viver de forma sustentável significa fazer mais e melhor com menos.

O   tema   proposto   pelo  Programa   das   Nações   Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) 2015 é:

"Sete bilhões de sonhos. Um planeta. Consuma com moderação", reforçando a importância do consumo consciente.  A ONU sugere que as pessoas compartilhem seus sonhos e ações individuais para impulsionar uma poderosa corrente coletiva para a mudança que queremos." (Fonte: Pacto Global Rede Brasileira)

O Nit Portal Social se junta a esta campanha e sugere aos nossos leitores que abracem esta causa através de exemplos de ações que venham a fazer a diferença para a sociedade e o meio ambiente. Para tal, empresas podem acessar o site da campanha

E neste dia em especial chamamos a atenção para a necessidade de sermos mais conscientes de nosso impacto ecológico e pensarmos sobre as consequências ambientais das nossas escolhas.

Como destaca o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, podemos ter vidas mais sustentáveis, “mudando nossos padrões de consumo para bens que usem menos energia, água e outros recursos, e desperdiçando menos comida.” 
E deixamos aqui uma reflexão...

O que você tem feito pelo nosso planeta?

Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores
Nit Portal Social

Gerenciamento, Monitoramento, Planejamento de Mídias Sociais & Responsabilidade Social
Continue Lendo...

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares