Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

quinta-feira, 30 de junho de 2016

SALVANDO OS MARES DA POLUIÇÃO DO LIXO PLÁSTICO!



Uma das coisas que mais agride a natureza, em especial rio, lagos e mares, é o lixo plástico. Hoje vemos nossos oceanos sendo invadidos e contaminados por estes detritos descartados de forma irresponsável, pelo homem.

No mês de abril de 2013 postamos aqui para vocês o artigo "Salvando os Mares da Poluição" onde um jovem estudante de engenharia e empreendedor ambiental, Boyan Slat, tinha um sonho de um dia poder contribuir positivamente para a limpeza dos mares de nosso planeta.

Naquele ano dizia Boyan Slat, em seu site: "vai ser muito difícil convencer todas as pessoas do mundo a lidar com o plástico de forma responsável, mas nós, seres humanos, somos muito bons em inventar soluções técnicas para nossos problemas e é isto que estamos fazendo." Também, segundo ele, "esse conceito é tão eficiente que, estimando a venda do plástico recuperado, poderíamos de fato obter mais dinheiro do que nos custará o plano para executá-lo."

Com a certeza de que seria possível salvar as águas do planeta deste tipo de poluição é que Boyan fundou a "The Ocean Cleanup Foundation" e buscou parcerias com biólogos, filantropos, engenheiros e investidores que quisessem participar na transformação de seu sonho, em pura REALIDADE!

E graças também ao apoio de seu país, já está em fase de testes reais o projeto mais promissor do mundo para a contenção de plásticos no oceano. Trata-se do Ocean Cleanup, uma barreira com potencial que visa impedir que os plásticos se espalhem.

Ele é feito com borracha vulcanizada e um
subsistema de cabos com alcance de até 4.500 m de profundidade. O ideal é que seja instalado em local estratégico, de acordo com as correntes marítimas. Todo o plástico recolhido deverá ficar concentrado em um só lugar para posterior recolhimento por navios coletores.

O primeiro exemplar já está em fase de teste em alto mar e ficará sendo monitorado por cerca de um ano. Esta tecnologia tem 100 metros de comprimento e está instalada a 20 km da costa.



O intuito é monitorar esta experiência e sua real eficiência para que, futuramente, uma barreira de extensão muito maior seja instalada na costa japonesa, no final de 2017. A expectativa é que até 2020 uma barreira de grandes proporções seja instalada onde se encontra a grande mancha da Costa do Oceânico Pacífico, entre a Califórnia e o Havaí.

O jovem Slat, criador desta tecnologia, tem apresentado este projeto para diversos países sendo que um dos pontos mais críticos é o da costa da Indonésia, já que o país tem a segunda maior concentração de detritos marinhos do mundo.

Mas nem só de “inventos” vive o homem! A instituição ASTA, que é um projeto do Instituto Realice, este criado com o objetivo de gerar renda para  as comunidades populares do Estado do Rio de Janeiro, através de seus artesãos desenvolvem produtos exclusivos criados a partir de materiais ecológicos como bambu, piaçava, fibra de bananeira, retalhos, jornal etc. É então que a rede ASTA entra em cena, contribuindo para o escoamento dessa produção e para a geração de renda destes artesãos.

Acesse e conheça mais este bonito trabalho de Responsabilidade Social!

Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores
Nit Portal Social
Planejamento, Gerenciamento, Monitoramento de Mídias Sociais para Empresas e Responsabilidade Social

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui seu comentário é muito importante!

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares