Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

quarta-feira, 20 de julho de 2016

HOMEOPATIA x ANTIBIÓTICO, CONHECENDO PARA SABER USAR!

Atualmente, existe um pânico, sentido em escala global, sobre a falta de um antibiótico que promova o mesmo efeito da penicilina descoberta por Fleming, em 1928. Desde aquela época, somente surgiram outros, porém oriundos dela mesma, mais de 14 tipos, e ainda são as mais eficazes no tratamento alopático das variadas infecções.





ESTOU COM HERPES LABIAL, O QUE FAZER?  


O que acontece, então, se alguém fizer uso em demasia, sem a real necessidade, de determinado antibiótico? Para a alopatia, isso se chama resistência à penicilina. Significa que se a pessoa fizer mais e mais uso de antibióticos, para qualquer tipo de problema, não surtirá o efeito esperado, pois as bactérias se tornaram imunes à sua ação, ou seja, no passado, o mesmo remédio debelava aquele problema e, hoje, não mais.

Com isso, o sistema imunológico torna-se cada vez mais frágil e, o agente adoecedor, mais resistente. O grande problema é que as penicilinas não são tão eficazes para todos os tipos de infecção, mas as pessoas desconhecem isso e ingerem sem controle, como automedicação, para qualquer suspeita de inflamação.







ENVELHECIMENTO PRECOCE, COMO EVITAR?  


A corrida desesperada pela busca de novos antibióticos está levando os cientistas a uma façanha incomum, que é de tentar produzir novo remédio a partir de DNA de bactérias jurássicas. Como são em média 60 milhões de anos anteriores ao surgimento do homem, existe a esperança de conseguirem que faça efeito à população mundial.

Tamanha audácia é devido ao número alarmante de indivíduos que, se hoje tivessem que realmente fazer uso do antibiótico para combater uma pneumonia ou sepses, viriam a óbito pelo antibiótico não surtir efeito. Ingerimos muito antibiótico na alimentação, no leite, na carne e ovos, este é um imenso fator de risco. Além disso, quando alguém faz seu uso, solta resíduos na urina que contaminam os rios e que volta para a nossa torneira por não existir meios de como retirar o antibiótico no tratamento da água.



PERCEPÇÃO VISUAL: FAÇA SEU TESTE! 






Com isso, seres inofensivos presentes no meio ambiente, tornam-se super vilões, super bactérias, pois ficam resistentes ao ingerir o remédio em excesso nos cursos de água onde viviam. Ao tomarmos água da torneira, entramos em contato com o antibiótico e com as bactérias resistentes, aumentando nossa suscetibilidade a infecções e à resistência aos remédios.

Além do exposto, pesquisas recentes concluíram que um em cada seis casos de câncer - 2 milhões por ano - tem origem em infecções e cerca de 80% destes casos acontecem em países em desenvolvimento.

É uma cadeia de adoecimento que não tem fim. Ao final, quem sobreviverá? Aqueles seres humanos que o organismo conseguiu se adaptar a tantas agressões e mostrou que é capaz de se manter saudável em meio a tamanho caos que o homem criou na natureza. Para tanto, temos que nos fortalecer. Este é o único caminho que poderá nos manter imunes e cortar este elo.


SEM GLÚTEN, SEM LACTOSE... MODISMO OU TRATAMENTO? 





Uma alimentação mais saudável a base de frutas, verduras, legumes, sucos da fruta in natura, exercícios físicos e higiene mental e emocional são realmente o que temos como salvação.

Se estiver fazendo uso de anti-inflamatórios ou antibióticos, pode usar de forma concomitante à homeopatia sem prejuízo para o efeito de ambos. A homeopatia tem o poder de trabalhar em você de forma integral, de fazer uma varredura em todo o seu ser e de tratar onde há necessidade. Como ela faz isso? Os remédios da homeopatia são quânticos, nós somos seres quânticos. Então, se ingerirmos uma homeopatia que possui a informação correta do que necessitamos, esta vibração atuará entrando em ressonância e limpando só o que for necessário naquele momento.

Os remédios da homeopatia não trabalham com a matéria do elemento químico, mas com sua versão quântica, com a informação eletromagnética do elemento a uma velocidade superior a do pensamento, além de ir muito além da nanotecnologia. Ela não mata os vírus ou bactérias, mas torna o homem saudável, modificando sua frequência quântica e, assim, estes seres não possuem mais o habitat ideal naquele corpo. 

 
COMO ANDA SUA ENERGIA VITAL? 
 

Ela não ataca o organismo para debelar o invasor, tornando-o mais frágil, e sim fortalecendo-o como um todo, indo na origem do por quê ele está mais fragilizado. Esta informação em forma de luz, de onda eletromagnética, é ressonante e invade todos os sistemas e células limpando e equilibrando, assim como as mágoas, as tristezas, as inseguranças e decepções que levaram a pessoa a adoecer naquele órgão que possui mais predisposição hereditária.


Por Eliete Fagundes  



Mitos e Verdades sobre Homeopatia:


Desde a década de 80, a homeopatia é reconhecida no Brasil pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) como uma especialidade médica. Mesmo tanto tempo depois, ainda há muitos mitos acerca de seu uso no tratamento de doenças.

Medicamentos homeopáticos podem ser consumidos por qualquer faixa etária?

Verdade. Os remédios homeopáticos podem ser indicados em qualquer idade.

— Desde crianças pequenas até idosos podem se beneficiar do tratamento homeopático, mas é importante que o medicamento seja prescrito com orientação médica.

A homeopatia só é eficiente em doenças crônicas?


TCHAU TRISTEZA... ADEUS DEPRESSÃO! 


Mito. Não existe diferença de tratamento de uma doença crônica para aguda.

— Ambas as doenças podem ser tratadas pela homeopatia com eficiência.



O tratamento pela homeopatia é mais longo do que seria o tratamento com remédios convencionais?

Mito. A duração ou a resposta a um tratamento homeopático não é necessariamente mais longo ou mais lento que o alopático. A duração do tratamento homeopático depende do tempo de doença, dos tratamentos realizados anteriormente e da idade do indivíduo.

A homeopatia pode ser considerada uma medicina preventiva?

Verdade. Com o tratamento homeopático, as crises de certas doenças crônicas, como rinite, asma e gripes recorrentes, se tornam cada vez mais raras, chegando a praticamente cessar em alguns casos.

A HORA E A VEZ DO ANTICONCEPCIONAL MASCULINO!


Existem doenças que não respondem à homeopatia?

Mito. O que existe são doenças que evoluem rápido e ou podem causar lesões irreversíveis a órgãos, como cirrose e enfisema. Nestes caso, o tratamento tradicional é complementado com o da homeopatia para obter uma melhora na qualidade de vida do paciente. Outro exemplo clássico é no tratamento do câncer, no qual a homeopatia como tratamento paralelo serve para amenizar os efeitos colaterais da quimioterapia.

Para a homeopatia, as doenças somente surgem quando há um desequilíbrio emocional?

Mito. A homeopatia defende que o desequilíbrio emocional pode provocar doenças, porém, nem sempre o emocional está por trás de uma enfermidade — e, mesmo quando está, não costuma ser o único fator desencadeador.

No tratamento homeopático o paciente deve consumir medicamento em forma de bolinhas de hora em hora. Essas bolinhas em quantidade exagerada podem causar reação?

GANHAR DINHEIRO COM VELAS AROMÁTICAS! 


Verdade. Independentemente do medicamento, quando utilizado de forma inadequada ou exagerada, pode causar problemas.

— No tratamento homeopático existem remédios que são 'antídotos' de outros. Estas reações têm características diferentes das reações dos medicamentos alopáticos, mas existem.

Os remédios homeopáticos são menos agressivos para o organismo do que os alopáticos?

Verdade. Os medicamentos homeopáticos são isentos de efeitos colaterais.

"REPÚBLICA PARA IDOSOS" ALIVIANDO A SOLIDÃO DA TERCEIRA IDADE!



— São manipulados a partir de substâncias de todos os reinos animal, vegetal e mineral e, posteriormente, são diluídos e dinamizados para extrair o máximo de efeito terapêutico com o mínimo de substância. Eles não são tóxicos, mas como já foi dito na questão anterior, independentemente do medicamento, caso haja uma ingestão acidental de uma dose alta, o médico deve ser procurado imediatamente.


Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores
https://www.facebook.com/nitportalsocial                        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui seu comentário é muito importante!

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares