Home Facebook Twitter LinkedIn Feed Perfil Email
Nit Portal Social

↑ Grab this Headline Animator

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

EM BUSCA DA ESPIRITUALIDADE PERDIDA!

Pensando em visitar Foz do Iguaçu?

Em uma cidade que conta com uma das  sete maravilhas da natureza e o parque da segunda maior hidrelétrica do mundo, fica complicado dizer que qualquer outra atração seja “imperdível”






 ADOLESCENTES E AS REDES SOCIAIS




Mas é exatamente essa a impressão que temos ao conhecer o belíssimo Templo Budista. Ele é o segundo maior do Brasil, perdendo apenas para o de Cotia - São Paulo. Ele pertence ao Budismo Mahayana, aquele com grande presença na China, Japão e outros países da Ásia.

O Templo Budista fica no Jardim Califórnia, região norte de Foz do Iguaçu. A melhor opção é ir de carro ou então em um dos ônibus que realizam city tour na cidade, por se tratar de um lugar ermo.



RÓTULOS DE ALIMENTOS: VOCÊ SABE DECIFRAR?

Para quem não estiver satisfeito apenas com uma visita, há a opção de participar das práticas semanais, que ocorrem aos domingos, ou das “Cerimônias de Grande Compaixão”, sempre no último domingo do mês.




A sede da Ordem Budista internacional começou a ser construída em 1996 e, desde então, nunca

parou de crescer e está sempre com uma novidade, sejam novas estátuas de Buda ou ampliação das instalações da Ordem. A mais nova peça é a maior estátua de Buda da América do Sul. Feita de bronze, ela tem mais de 10 metros de altura e pesa cerca de 10 toneladas. Está no fundo do amplo jardim, à direita do Grande Salão, o templo budista propriamente dito.



O templo foi construído no alto de uma colina, de onde se pode ver o centro e também Ciudad Del Leste, no Paraguai. É uma bela vista da região, acompanhada pelo cantar incessante dos pássaros. Um cenário mais do que adequado para o clima de paz e meditação que lhe espera. Ao todo, o Templo Budista conta com mais de 120 estátuas, que reproduzem divindades, demônios, espíritos e encarnações distintas do Buda. Uma das maiores está logo no pátio de entrada. É o Buda Sorridente (ou Maitreya), que segundo a crença será o responsável pela vinda de um período especial, em que o mundo será transformado em um éden.



Não muito longe estão oito estátuas, que reproduzem os Quatro Reis Celestiais (cada um representando um dos pontos cardeais) e os Quatro Grandes Bodisatvas, que encarnam as grandes virtudes.



 LAVAS VULCÂNICAS E O ATOL DAS ROCAS!





Seguindo em frente, encontramos um amplo pátio com 108 Amitabhas, sendo que cada uma das
figuras reproduz os gestos de mãos conhecidos como “mudras”. Segundo os mestres budistas do lugar, o número de estátuas neste pátio faz alusão ao número de pecados e falhas humanas, que precisam ser superadas para atingir o Nirvana (estado de felicidade plena e ausência total de sofrimento, estágio atingido pelo Buda). Indo à esquerda, na direção do Grande Salão, encontramos uma das mais belas estátuas do lugar: a imagem Parinirvana de Buda Shakyamuni, conhecido vulgarmente como “Buda deitado”. Quem jogou nos videogames ou fliperamas o clássico “Street Fighter II” deve se lembrar da gigantesca estátua de Buda ao fundo da penúltima fase. É como se o palco daquela disputa não ficasse na Tailândia, e sim em Foz do Iguaçu.



Após contemplar todas as estátuas, é chegada a hora de adentrar ao Grande Salão.

  PEQUENAS INVENÇÕES, GRANDES IDÉIAS E GANHANDO DINHEIRO COM ELAS!





Ele possui dois pavimentos. O superior é isolado e voltado para as cerimônias e práticas semanais dos monges. O piso térreo é aberto à visitação, mas não é permitido tirar fotografias. Ali estão as 18 estátuas dos Arahant, pessoas que atingiram um elevado estado de iluminação e que não precisarão mais reencarnar.
Também ali dentro podem ser vistos o tambor e o sino gigante, que são tocados duas vezes ao dia, pela manhã e à noite. Pela manhã, o sino serve para despertar os meditadores, enquanto o tambor avisa o início das atividades. À noite, o tambor anuncia o final das atividades, enquanto o sino serve como lembrete para que os meditadores reflitam sobre suas ações naquele dia. O pagode chinês e a Roda do Dharma também são outros objetos que chamam a atenção.
(Fonte: Tempo Integral)

LEIA TAMBÉM: MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Gostou do artigo? Então compartilhe com suas redes sociais e com seus amigos! 

Ana Porto/Sergio Honorato
Gestores


.https://www.facebook.com/nitportalsocial                        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui seu comentário é muito importante!

Leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares